Instituto C&A lança edital de apoio a projetos

 Instituto C&A lançou o edital do programa Prazer em Ler, exercício orçamentário 2010/2011, para selecionar organizações sociais que trabalham com projetos de incentivo à leitura. As inscrições podem ser feitas até 11 de dezembro.

Podem se candidatar organizações que trabalham com educação de crianças e adolescentes e desenvolvem atividades de incentivo à leitura e formação de leitores. O instituto apoiará “pólos de leitura”, ou seja, projetos de leitura elaborados em conjunto com outras organizações (no mínimo quatro), que também desenvolvem ações nesta área.

Estas organizações devem estar localizadas nas regiões metropolitanas/cidades nas quais a C&A opera comercialmente, exceto em São Luís, Natal, João Pessoa, Recife, Salvador, Rio de Janeiro, Paraty, São Paulo, Cuiabá, Curitiba e Porto Alegre. Nestas cidades já há projetos em andamento, que terão continuidade.

As organizações interessadas devem preencher o formulário de apresentação de projetos, disponível no site www.institutocea.org.br e, posteriormente, encaminhar a proposta pelos Correios, até o dia 11 de dezembro, no seguinte endereço: Av. Pastor Luther King Junior, 126, Shopping Nova América – Espaço C&A – Del Castilho – Rio de Janeiro – RJ – Cep: 20.765-000.

Os projetos selecionados receberão apoio técnico e financeiro no âmbito do programa Prazer em Ler. Serão apoiados quatro pólos de leitura com um orçamento de até R$ 220 mil e prazo de execução de 12 meses (a partir de março de 2010 a fevereiro de 2011).

O recurso irá contemplar a aquisição de acervo de livro e equipamento para biblioteca, organização do espaço de leitura, participação em eventos culturais e pagamento de pessoal.

Os nomes das instituições selecionadas serão divulgados no site do Instituto C&A no dia 1º de fevereiro de 2010.

Critérios
A avaliação das iniciativas inscritas considerará os seguintes aspectos:
a) Proposta do projeto construída pelo coletivo de organizações
b) Experiência com promoção da leitura literária
c) Disponibilidade de trabalho colaborativo com outras organizações
d) Composição de equipe de trabalho com competências em práticas educativas de leitura literária e gestão compartilhada de ambientes de leitura
e) Consistência do projeto de pólo de leitura (relações entre diagnósticos de leitura relativa à área de abrangência do pólo de leitura, objetivos, resultados, metodologia, ações e recursos)
f) Consistência dos planos específicos de leitura (relações entre as praticas especificas de leitura em articulação com as ações do pólo)
g) Apresentar viabilidade financeira, com base no plano de ação.

Mais informações:

Edital

http://www.institutocea.org.br/instituto/site/content/acoes/doc/10-07-56_Edital_polos.pdf

Formulário de Inscrição

http://www.institutocea.org.br/instituto/site/content/acoes/doc/10-07-56_Formulario_inscricao.doc

Formulação Plano de Ação

http://www.institutocea.org.br/instituto/site/content/acoes/doc/10-07-56_Formulario_planodeacao.doc

Fontes: Gife e Instituto C&A

 

 

Prêmio Instituto Claro – Novas formas de aprender

O Instituto Claro, com o intuito de disseminar a sua causa, lançou no dia 24 de junho o Prêmio Instituto Claro – Novas formas de aprender, que tem como objetivo estimular e reconhecer iniciativas que potencializem o uso das novas tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento de oportunidades de aprendizagem inovadoras.

São três modalidades: Pesquisa, Desenvolvimento e Vivência, e o Prêmio é destinado a estudantes de graduação, curso técnico e pós-graduação; instituições educativas formais e não-formais; educadores e professores.

No total, mais de R$ 100 mil serão concedidos pelo Instituto Claro a projetos e propostas alinhados ao objetivo desse prêmio, segundo avaliação da comissão técnica, composta por especialistas em educação e tecnologia.

As inscrições vão de 24 de junho a 4 de setembro e serão feitas pelo Portal do Instituto, onde estarão disponíveis o regulamento e fichas de inscrição para cada modalidade e categoria.

A premiação acontecerá no mês de outubro em São Paulo, em data a ser anunciada pelo Instituto.

Mais informações no Portal do Instituto www.institutoclaro.org.br .

Regulamento:

http://www.institutoclaro.org.br/uploads/regulamento.pdf 

Dúvidas

http://www.institutoclaro.org.br/uploads/duvidas-frequentes-instituto-claro.pdf 

 Ficha de Inscrição: Pesquisa

 http://www.significa.comercial.ws/Projetos/login.aspx?prog=20

 Ficha de Inscrição: Desenvolvimento

 http://www.significa.comercial.ws/Projetos/login.aspx?prog=15

 Ficha de Inscrição: Vivência 

 http://www.significa.comercial.ws/Projetos/login.aspx?prog=18

Prêmio Instituto Claro estimula e reconhece iniciativas

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Instituto Claro – Novas formas de aprender. Com o objetivo de estimular e reconhecer iniciativas que potencializem o uso das novas tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento de oportunidades de aprendizagem inovadoras, o Prêmio é dividido em três modalidades: Pesquisa, Desenvolvimento e Vivência.

As inscrições vão até o dia 4 de setembro e serão feitas pelo Portal do Instituto – http://www.institutoclaro.org.br, onde estarão disponíveis o regulamento e fichas de inscrição para cada modalidade e categoria. No total, mais de R$ 100 mil em prêmios serão concedidos ao longo de 2010 pelo Instituto Claro a projetos de pesquisa científica, propostas para o desenvolvimento de iniciativas que utilizam novas tecnologias no processo de aprendizagem e relatos de práticas educacionais por meio de recursos tecnológicos. Podem participar estudantes de graduação, curso técnico e pós-graduação; instituições educativas formais e não-formais; e professores e educadores.

Os projetos serão avaliados por uma comissão técnica composta por especialistas em educação e tecnologia. A premiação acontecerá no mês de outubro em São Paulo, em data a ser anunciada pelo Instituto, durante Seminário que contará com a presença de convidados que são referências no tema.

Confira abaixo os públicos-alvos, requisitos e descrição de cada modalidade.

Pesquisa

A modalidade Pesquisa pretende estimular estudantes a desenvolverem pesquisas científicas que explorem a temática da causa do Instituto Claro: aprendizagem com as novas tecnologias. Subdivide-se em duas categorias: Graduação e Curso Técnico, que inclui trabalhos de iniciação científica e de conclusão de curso; e Pós-Graduação (Lato Sensu e Strictu Sensu), que inclui trabalhos de especialização, mestrado e doutorado.

Para se inscrever nestas categorias, o estudante deve estar regularmente matriculado e com o projeto ou trabalho de pesquisa a iniciar ou em andamento, tendo de 6 a 12 meses para terminá-lo a partir da data de premiação. Cada categoria terá uma pesquisa premiada. O trabalho vencedor de Graduação e Curso Técnico receberá R$ 5 mil e o de Pós-Graduação levará R$ 16 mil para financiar o desenvolvimento de parte ou totalidade do projeto.

Desenvolvimento

Esta modalidade foi criada para incentivar instituições educativas – formais e não-formais -, desde escolas e universidades a ONGs e outras associações e organizações, a implementar, manter ou complementar projetos e ideias inovadoras relacionadas à causa do Instituto Claro. O requisito para se inscrever na modalidade é que o projeto esteja para ser iniciado ou em andamento, e que seja finalizado de 6 a 12 meses após a data de premiação. O número de premiados da modalidade Desenvolvimento não é pré-definido e será determinado pela comissão técnica. O valor total que será distribuído entre os vencedores é de R$ 80 mil.

Vivência

O objetivo da modalidade Vivência é reconhecer os melhores relatos de práticas educacionais implementadas por professores e educadores a favor da causa do Instituto. As práticas devem estar em andamento por no mínimos seis meses ou concluídas no momento em que o educador for efetuar sua inscrição, e não podem ser anteriores a janeiro de 2006. A participação nesta modalidade pode ser individual ou em equipe. Duas práticas serão premiadas com um notebook cada.

O Instituto Claro foi lançado em março de 2009 e tem como missão estimular a discussão e o desenvolvimento de oportunidades de aprendizagem inovadoras e lúdicas, por meio das novas tecnologias de informação e comunicação. Ao eleger a causa da educação, o Instituto incentiva e apoia a revisão, a discussão e a inovação dos processos de ensino e de aprendizagem, compatíveis com a realidade e demandas atuais da sociedade. Sua iniciativa central é o Portal Integrado (http://www.institutoclaro.org.br), que conta com informações institucionais, além do Observatório e do Laboratório. Uma das finalidades do Portal é divulgar e reconhecer estudos, pesquisas acadêmicas e ações que discutam o impacto das novas tecnologias na aprendizagem, além de disponibilizar jogos e outros recursos para que as pessoas possam, de fato, experimentar formas lúdicas e interativas de aprender. Outros projetos, como a edição de 2009 do Claro Curtas, festival nacional de curtas-metragens, também são gerenciados pelo Instituto. Além disso, estão previstas ações direcionadas ao público interno da Claro, como o Programa de Voluntariado e Doação ao FIA (Fundo da Infância e da Adolescência), com o objetivo de fortalecer o engajamento dos funcionários com a prática de ações sociais.

Regulamento: http://www.institutoclaro.org.br/uploads/regulamento.pdf

Mais informações sobre a Claro: http://www.institutoclaro.org.br/instituto-claro/nossos-projetos/premio-instituto

 Fonte: Envolverde/Pauta Social

HSBC abre inscrições para apoio a projetos de educação

Estão abertas as inscrições para a “Seleção do Cartão Instituto HSBC Solidariedade”, que apoiará projetos sociais de todo o país. Serão avaliados e selecionados 40 projetos educacionais, que tenham o objetivo de reduzir a vulnerabilidade de crianças e adolescentes por meio do sucesso escolar.

Os projetos serão apoiados por dois anos e cada um deles receberá R$ 40 mil no primeiro ano e até R$ 20 mil no ano seguinte. Poderão participar da seleção projetos sob a responsabilidade de organizações não-governamentais, como fundações, institutos e associações, legalmente constituídos no país, sem fins lucrativos.

Colaboradores das empresas do Grupo HSBC, incluindo agências e departamentos, farão parte do processo de avaliação dos projetos, pois é por meio deles que os interessados enviarão suas propostas ao Instituto. Durante a realização dos projetos, voluntários do HSBC serão os padrinhos/madrinhas das instituições sociais, representando o elo entre a entidade apoiada e o Instituto HSBC Solidariedade.

O período de inscrição vai até 21 de agosto e os projetos selecionados serão divulgados no site no dia 11 de novembro.

O montante de R$ 2,4 milhões, destinados a essa seleção, foi obtido por meio do Cartão Instituto HSBC Solidariedade, como resultado de contribuições mensais da rede solidária de clientes do HSBC. Os portadores do cartão optam por doar ao Instituto HSBC Solidariedade a quantia mensal de R$ 5, R$ 7,50, R$ 10, R$ 20 ou R$ 30, e em troca, são isentos de anuidade.

Desde seu lançamento, em 2006, o Cartão Instituto HSBC Solidariedade, que conta com mais de 150 mil portadores, já gerou R$ 6,7 milhões. A quantia foi repassada ao Instituto HSBC Solidariedade, que destinou os recursos para projetos de educação, projetos da Pastoral da Criança e para cursos de gestão às ONGs que tem seus projetos aprovados.

 

Regulamento

 

www.porummundomaisfeliz.org.br/selecaoihs-2009/downloads/regulamento_selecaodeprojetos.pdf

 

Inscrições

 

www.porummundomaisfeliz.org.br/selecaoihs-2009/downloads/formulario-selecao-cartao-2009.doc

 

Mais informações:

 

www.porummundomaisfeliz.org.br

 

Fonte: www.gife.org.br e www.porummundomaisfeliz.org.br

Casa da Moeda do Brasil seleciona projetos

A Casa da Moeda do Brasil (CMB) abre seleção de patrocínios para instituições legalmente constituídas, sem fins lucrativos, que possuam projetos nas áreas esportivas, culturais e educacionais nas regiões da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense do Estado do Rio de Janeiro. Serão disponibilizados pela CMB o valor total R$ 1 milhão para os patrocínios. Porém, serão investidos o valor de até R$ 25 mil em projetos esportivos, com viés educacional, cultuais e educacionais.

Os projetos serão selecionados de acordo com os critérios e quesitos específicos abaixo elencados:

A) Pertinência e relevância na área em que se insere (cultural, educacional e/ou esportivo):

• Consistência técnica, verificada na estruturação do projeto (seus objetivos, suas justificativas, …) e na prestação adequada das informações relativas à sua atividade fim.

• Alinhamento com as políticas públicas de inclusão social;

B) Abrangência educativa, comunitária e a capacidade de multiplicação e difusão da ação ou do produto:

 • Quantidade de pessoas atendidas.

•Quantidade de comunidades atendidas;

• Acessibilidade cidadã ao bem ou produto proposto, verificada na gratuidade e nos moldes oferecidos (diversidade de horários); • Formas e abrangência de divulgação.

C) Viabilidade de realização da ação ou produto:

• Coerência e consistência entre as ações do projeto e os custos apresentados;

• Viabilidade do projeto no prazo proposto.

 Para participar do edital, é necessário preencher o formulário através do site da Casa da Moeda http://www.casadamoeda. gov.br e enviá-lo com os documentos exigidos.

 As inscrições estão abertas até o dia 19 de junho e o resultado será divulgado no dia 29 de julho de 2009.

Edital disponível no link:

LINK DO EDITAL:
http://www.casadamo eda.gov.br/ portal/docs/ AtitudeCidada/ III-EDITAL- PROGRAMA- ATITUDE-CIIDADA. pdf