Fundo Global para Mulheres recebe inscrições de projetos

A organização Fundo Global para Mulheres (Global Fund for Women), fundada na Califórnia, EUA, em 1986, está com inscrições abertas para seu edital de apoio a grupos de mulheres que promovem os direitos humanos das mulheres e meninas. O financiamento vai de 5 mil a 30 mil dólares, cerca de 11 mil a 66 mil reais.

Segundo a página do Fundo, acessada pela ABCR, são apoiados projetos que sejam em uma das seguintes áreas temáticas:

  • A Construção da Paz e o Término da Violência de Género
  • Promovendo Saúde e Direitos Sexuais e Reprodutivos
  • Ampliando a Participação Cívica e Política
  • Garantindo Justiça Econômica e Ambiental
  • Aumentando o Acesso à Educação
  • Promovendo Filantropia de Mudança Social

Organizações brasileiras lideradas por mulheres podem enviar propostas, e parte da página na internet da organização está em português. São aceitas, porém, propostas em árabe, espanhol, francês, inglês e russo, até o dia 15 de dezembro, nesta primeira rodada, e 30 de junho, na segunda rodada.

Para saber mais, clique aqui.

Anúncios

Secretaria financia projetos contra violência a mulheres

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR) lançou dois editais públicos para a seleção de projetos. Podem participar da seleção órgãos da administração pública estadual, municipal e do Distrito Federal, além de instituições privadas sem fins lucrativos cuja finalidade se relacione diretamente às características dos programas e ações aos quais concorrerão. As propostas devem observar o valor mínimo de R$ 100 mil para os serviços comuns e de R$ 250 mil para as obras e serviços de engenharia.

Órgãos e instituições interessadas têm prazo até o dia 10 de maio para encaminhar projetos relacionados ao enfrentamento da violência contra as mulheres e à promoção da autonomia – 45 dias da abertura dos editais. Para apresentar a proposta de trabalho, é necessário que os proponentes sejam credenciados e devidamente cadastrados no Portal do Sistema de Gestão e Convênios e Contratos de Repasse (Siconv). Após o encerramento dos editais, os projetos serão analisados por uma comissão técnica, de acordo com a política traçada no Plano Nacional de Políticas para as Mulheres e estabelecida no Plano Plurianual 2012/2015.

O edital de chamada pública 01/2012 oferece financiamento a propostas referentes ao enfrentamento à violência contra as mulheres por meio de quatro ações: ampliação de consolidação da rede de serviços de atendimento às mulheres em situação de violência; apoio a iniciativas de prevenção à violência contra as mulheres; capacitação de profissionais para o enfrentamento à violência contra as mulheres em situação de violência; e apoio a iniciativas de fortalecimento dos direitos das mulheres em situação de prisão.

Já o edital 002/2012 receberá propostas que tenham como objetivo a promoção da autonomia das mulheres em cinco ações.
Mais informações e acesso aos editais no site http://migre.me/8tiGq.

Fonte: Gife