Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero recebe inscrições

Estão abertas, a partir de hoje (01/07), as inscrições para a 9º edição do Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero. Este ano, as propostas de concursos de redações, artigos científicos e projetos pedagógicos escolares devem basear nas questões da igualdade de condições entre mulheres e homens.

A escolha do tema é livre, porém, é recomendado que reflexões envolvendo formas de discriminação sexual, étnica, racial e por orientação, sejam consideradas durante a construção dos textos. Os docentes também podem participar do prêmio inscrevendo um projeto pedagógico sobre questões de discriminação entre mulheres e homens, raça ou orientação sexual.

A iniciativa dos Projetos Pedagógicos visa ampliar e replicar boas experiências que existam ou serão realizadas nas escolas brasileiras, além de fomentar o envolvimento da comunidade escolar em torno do debate sobre a igualdade.

As propostas devem ser enviadas até o dia 30 de setembro. Para obter mais informações sobre o prêmio, acesse www.igualdadedegenero.cnpq.br

O Prêmio é organizado pela secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Ministério da Educação (MEC), Ministério de Ciências Tecnologia e Inovação (MCTI) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e ONU Mulheres.

Anúncios

Chamada pública prevê R$ 8 milhões para projetos nas áreas de gênero, mulheres e feminismos

Pesquisadoras e pesquisadores com projetos nas áreas científica e tecnológica  – que visem contribuir para o desenvolvimento do País nas temáticas de gênero, mulheres e feminismos – têm até 14 de novembro para submeter suas propostas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Trata-se de da IV Chamada do Edital Relações de Gênero, Mulheres e Feminismos, cuja solenidade de divulgação ocorrerá na quinta-feira (11/10), em Brasília. Estarão presentes os ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Marco Antonio Raupp, e do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, e a ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).

O objetivo da iniciativa dos três ministérios é selecionar propostas de projetos que estimulem e fortaleçam a produção de pesquisas e estudos com as seguintes abordagens: classe social, geração, raça, etnia e sexualidade. A chamada pública pretende contemplar pesquisadoras e pesquisadores em início de carreira e a distribuição regional de recursos. Inserido nas ações do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres, esta chamada também reservará recursos específicos para pesquisas voltadas às temáticas das relações de gênero no campo e na floresta.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor estimado de R$ 8 milhões, oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico /Fundos Setoriais e do Tesouro Nacional. São R$ 3 milhões da SPM-PR, R$ 3 milhões do MCTI e R$ 2 milhões MDA. Os resultados serão divulgados a partir da segunda quinzena de dezembro de 2012 e as propostas aprovadas começarão a ser contratadas logo em seguida.

 

Para mais informações, escreva para chamada.genero2012@cnpq.br.

Solenidade de Divulgação da IV Chamada do Edital Relações de Gênero, Mulheres e Feminismos

Data: 11/10    Horário: 9h

Fonte: http://www.juventude.gov.br

Edital para inserir pesquisadores em empresas recebe proposta até agosto

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) lançaram nova chamada pública do Programa Rhae Pesquisador na Empresa, com recursos estimados em R$ 60 milhões.

O objetivo do Programa Rhae é selecionar propostas para apoio financeiro a projetos que visem a contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação no país, por meio da inserção de mestres ou doutores, em empresas privadas, de micro, pequeno, médio e grande porte, com a utilização de bolsas de fomento tecnológico do CNPq. A participação do MCTI se dá por meio da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Setec).

Neste ano foram definidas duas faixas de financiamento e duração para as propostas: uma para projetos iniciais, com duração de 24 meses e com valor máximo de R$ 150 mil por iniciativa, e uma para projetos em andamento, com duração de 36 meses e até R$ 400 mil por iniciativa.

O Rhae, criado em 1987, é desenvolvido por meio de editais desde 2007. Esta é a primeira edição aberta a grandes empresas, cuja participação poderá corresponder, no máximo, a 20% dos recursos. 

Como nos anos anteriores, haverá três rodadas para submissão de propostas, e o prazo de submissão para a primeira rodada vai até 24 de agosto. A divulgação dos resultados e o início da contratação das propostas aprovadas ocorrerão a partir de outubro.

Acesse a chamada aqui.

Fonte: CNPQ