Fundo Brasil seleciona projetos de todo o país

As propostas serão recebidas até dia 27 de fevereiro.

O Edital 2012 do Fundo Brasil de Direitos Humanos está recebendo inscrição de projetos de todo o país. A fundação vai selecionar propostas que tenham como foco promover os direitos humanos sob a perspectiva de combate à discriminação e à violência institucional, essa última entendida como qualquer forma de violação a direitos humanos promovida por instituições oficiais e/ou suas delegações. Cada projeto inscrito deve ter orçamento máximo de R$ 25 mil e duração de até 12 meses. No total, o Fundo Brasil vai contemplar cerca de 30 iniciativas, somando um montante de R$ 800 mil em doações.

Para este ano, o Fundo Brasil busca iniciativas que, por exemplo, combatam a discriminação de raça, gênero, orientação sexual e/ou em razão de condição econômica; a violência policial; a violação de direitos socioambientais; a criminalização de organizações e movimentos sociais e/ou a violência contra defensores de direitos humanos; ou atuem ainda em favor dos direitos das comunidades tradicionais e de outros grupos que tenham seus direitos fundamentais violados, conforme previsto no Edital 2012.

As inscrições devem ser feitas somente por correio, até o dia 27 de fevereiro. Todas as instruções para envio de projeto, bem como os projetos apoiados nos anos anteriores, poderão ser conferidas no site www.fundodireitoshumanos.org.br

Sobre o Fundo Brasil

O Fundo Brasil de Direitos Humanos é uma fundação privada, com sede em São Paulo e atuação em todo o País, que tem como proposta impulsionar as atividades de pessoas e pequenas organizações não governamentais voltadas para a promoção e defesa dos direitos humanos, criando mecanismos sustentáveis de doação de recursos.

Por meio dos primeiros cinco editais lançados anualmente desde 2007, foram investidos R$ 3.352,7 mil em 141 projetos apoiados, 9 em São Paulo.

Em São Paulo

No Edital 2011, a Rede Nacional de Mães e Familiares realizará a Campanha Nacional pelo Fim do Auto de Resistência; em 2011, o grupo Mães de Maio esteve à frente do projeto “As mães de maio da democracia brasileira – 5 anos dos crimes de maio de 2006: Verdade e justiça, ontem e hoje!”; e a Associação Rede Cananéia conseguiu aprovar o “Projeto de Lei de reconhecimento do território e defesa dos direitos dos povos e comunidades tradicionais de Cananéia – Uma iniciativa popular”.

 

Fonte: Comunicação – Fundo Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s