Criança Esperança abre inscrições para projetos que apoiará em 2012

A partir da segunda-feira, 27 de junho, até 29 de julho de 2011 estão abertas as inscrições para as instituições que desejam receber o apoio do Criança Esperança em 2012. Como todo ano acontece, o processo seletivo será coordenado e realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Podem se candidatar as organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que tenham pelo menos três anos de atuação e apresentem projetos com o objetivo principal de promover a inclusão social, o empoderamento e o desenvolvimento humano e social, e a educação inclusiva de grupos vulneráveis, por meio de ações de educação, cultura, comunicação e informação, esporte e meio ambiente.

Clique aqui para cadastrar seu projeto no processo seletivo de 2011

Para participar, os interessados devem cadastrar seus projetos no site www.criancaesperanca.com.br através do link Inscrição de Projetos, que pode ser encontrado no menu da página principal, na área Projetos; imprimir o Formulário de Projeto e encaminhar uma via, junto com a documentação comprobatória exigida, para a UNESCO, no seguinte endereço:

SELEÇÃO CRIANÇA ESPERANÇA 2011
UNESCO – Setor de Ciências Humanas e Sociais/Criança Esperança
SAUS Quadra 05 – Lote 06 – Bloco H – sala 910
70070-912 – Brasília/DF

Vale lembrar que cada instituição poderá encaminhar até dois projetos mas apenas um poderá ser  contemplado. Em caso de dúvidas sobre a elaboração e apresentação dos projetos, informações poderão ser obtidas única e exclusivamente através do endereço eletrônico criancaesperanca@unesco.org.br

Fonte: Criança Esperança

Anúncios

Esclarecimento

Pessoal,

Devido ao grande número de solicitação, vejo como necessário informar a todos que acessam o blog quenão patrocino projetos, apenas utilizo desta ferramenta para divulgar editais de seleção de projetos, artigos, legislações, e demais publicações que no meu entedimento possam  auxiliar os interessados na área social no desenvolvimento de suas ações.

Abraços e sucesso a todos.

Andrey Sgorla

Prêmio irá reconhecer ideias inovadoras para uso de tecnologias na educação

Educadores e empreendedores sociais de todo o país que desenvolvam projetos inovadores para o uso de novas tecnologias na educação, seja na escola ou na comunidade, podem ter suas ideias reconhecidas e premiadas. O Instituto Claro deu início às inscrições para a 3ª edição de seu Prêmio – Novas Formas de Aprender e Empreender. Ao todo, serão concedidos R$ 150 mil em prêmios aos vencedores que concorrerão nas modalidades “Inovar na Escola” ou “Inovar na Comunidade”.

A participação é aberta a educadores e professores, instituições educativas formais e não-formais, organizações do terceiro setor e ao público em geral, de todas as regiões do Brasil. Entretanto, como requisito para inscrição, é necessário que a ideia apresentada seja inovadora e com potencial de causar impactos positivos nos processos de aprendizagem. Também é importante que o participante tenha perfil articulador, de modo que possa identificar possíveis parceiros para auxiliar na implementação do projeto e efetivamente colocá-lo em prática.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site do Instituto Claro no endereço: www.institutoclaro.org.br/premio, onde também é possível consultar o regulamento do concurso. Outras informações podem ser obtidas, ainda, pelo e-mailpremio@institutoclaro.org.brEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.ou pelo telefone (11) 3171.0998, das 13h às 18h.

O prazo para participar vai até 09 de agosto. Todos os projetos serão avaliados por uma comissão técnica composta por especialistas em educação, empreendedorismo e tecnologia, que será liderada por Paula Carolei, doutora em educação.

Para ajudar as pessoas que desejam colocar em prática suas ideias e inscreverem seus projetos, o Instituto Claro desenvolveu um infográfico com várias orientações. Nesse material, disponibilizado gratuitamente no portal do Instituto, é possível encontrar um passo a passo com dicas de como: identificar uma demanda, reconhecer a relevância do projeto, pensar nos processos para a implementação, estruturar um cronograma, pensar no orçamento e também os resultados esperados.

Fonte: Blog Educação

Fundação Telefônica lança edital de projetos na área de cultura digital

A Fundação Telefônica lança hoje o seu primeiro edital para seleção de projetos na área cultural. O objetivo é apoiar iniciativas que beneficiem crianças e adolescentes de modo a democratizar o acesso à cultura digital, bem como promover o protagonismo juvenil, incentivando tanto o consumo quanto a produção de obras e conteúdos em meios digitais. As inscrições estarão abertas até 30 de junho.

O lançamento marca um alinhamento da área de Arte e Tecnologia à estratégia central da Fundação. “O foco da instituição é contribuir para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes e nós sentíamos falta de uma ação que, por meio do acesso ao conhecimento, pudesse facilitar o consumo de bens culturais, um elemento essencial para a formação desse público”, afirma Sergio Mindlin, diretor-presidente da Fundação Telefônica. O executivo destaca que há carência de projetos culturais ligados à tecnologia que promovam a inserção do público infanto-juvenil.

Projetos inovadores

O edital vai selecionar projetos e artistas vinculados à tecnologia, que sejam inovadores em termos de linguagem, interatividade, criatividade ou forma de distribuição de seus conteúdos. A apresentação de propostas ou contrapartidas educativas, que promovam o acesso à cultura digital e o protagonismo sociocultural do público infantil, adolescente e jovem, será especialmente valorizada durante a seleção.

Os projetos devem estar inscritos na Lei Rouanet, de incentivo à cultura, nas áreas de Artes Visuais, Integradas, Cênicas, Audiovisual, Humanidades, Música ou Patrimônio Cultural, em diferentes modalidades, que vão desde mostras e concursos até e-books, vídeos, curtas-metragens, documentários, espetáculos com projeções e experiências multimídias, entre outros.

As inscrições deverão ser feitas pelo site http://www.fundacaotelefonica.org.br/Arte-e-Tecnologia/Projetos-Culturais-Envio-Projetos.aspx e são gratuitas. Poderão ser inscritos projetos de pequeno, médio e grande porte, que solicitem um valor de até R$ 500 mil, cuja data de realização seja entre julho de 2011 e junho de 2012.

Fonte:  http://www.fundacaotelefonica.org.br

Banco Santander e Aliança Empreendedora lançam 2º edital para seleção e apoio a organizações sociais

Em parceria com a Aliança Empreendedora, o Grupo Santander Brasil lança edital para segunda edição do programa Parceiras em Ação. O edital é para a seleção de organizações sociais sediadas em território nacional que executam projetos de apoio a microempreendimentos e grupos produtivos comunitários liderados e formados por mulheres de regiões de baixa renda.
Poderão se inscrever no edital organizações sociais sem fins lucrativos, formalizadas, localizadas em qualquer município do território nacional e que tenham como foco de atuação o apoio a iniciativas de empreendedorismo feminino comunitário e geração de trabalho e renda.
As organizações interessadas devem submeter um projeto para o Edital, que tenha o foco de fomentar e apoiar o empreendedorismo feminino comunitário para a geração de trabalho e renda.
As inscrições poderão ser feitas até às 23:00 (horário de Brasília) do dia 20 de agosto de 2011, segundo os procedimentos apresentados no site do Programa Parceiras em Ação (www.parceirasemacao.org.br).
Serão 5 organizações selecionadas, as quais receberão apoio financeiro e metodológico para a melhoria e ampliação de seu trabalho e impacto através de:
Aporte financeiro de até R$ 40.000 (quarenta mil reais), que deverá ser utilizado em um período de 12 meses, para a execução do projeto;
Treinamento da equipe envolvida no projeto para aplicar a metodologia da Aliança Empreendedora de apoio a empreendimentos;
O primeiro edital foi lançado em 03 de agosto de 2009, e apoiou as organizações: Fundação Brasil Cidadão (Ceará), Fundação APAEB (Bahia), Instituto de Desenvolvimento do Artesanato Maranhense (Maranhão), AVESOL (Rio Grande do Sul) e APESP (Associação de pescadores no Espírito Santo). 
Essas 5 organizações apoiaram diretamente 17 grupos produtivos, que construíram seus planos de negócio, receberam máquinas e, com isso, aumentaram a renda dos participantes.
A seleção das organizações será realizada por uma comissão avaliadora composta por representantes do Grupo Santander Brasil e da Aliança Empreendedora. O processo de seleção será feito em 3 etapas: Pré-qualificação, Entrevista e Visita in loco. O resultado final será divulgado no dia 16 de novembro de 2011.
Para obter maiores informações sobre o edital, visite o site: www.parceirasemacao.org.br

Sobre a Aliança Empreendedora: É uma organização social que atua para o fomento e apoio ao empreendedorismo comunitário e de baixa renda como estratégia de inclusão e desenvolvimento econômico e social. Faz isto através de um Sistema de Inclusão Empreendedora que viabiliza aos microempreendedores os acessos a conhecimento, microcrédito produtivo e comercialização através de uma rede de negócios sociais e diferentes metodologias desenvolvidas especificamente para este público, o empreendedor de baixa renda.
Saiba mais em: http://www.aliancaempreendedora.org.br

Fonte: www.aliancaempreendedora.org.br