Plano Nacional da Aprendizagem instituiu meta de 1,2 milhão de jovens no mercado

O Plano Nacional da Aprendizagem Profissional, que será incluído na Agenda Nacional de Trabalho Decente, foi apresentado na semana passada durante reunião do Comitê Permanente de Aprendizagem Profissional.

O Plano Nacional de Trabalho Decente, fruto da Agenda Nacional, está sendo elaborado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e estabelece duas metas com relação à aprendizagem: a contratação de 800 mil aprendizes até 2010 e 1,2 milhão de aprendizes até 2015; ambas as metas seguem a premissa de ‘gerar mais e melhores empregos, com igualdade de oportunidades e de tratamento’.

Segundo a assessora da Secretaria Executiva do MTE, Ana Lúcia Alencastro, o MTE vem promovendo a mobilização das maiores empresas em nível nacional e trabalhando em parceria com as diversas esferas de governo e sociedade civil organizada, por meio dos fóruns estaduais.

“O MTE atua com fiscalização, mas também promovendo políticas públicas de conscientização e sensibilização das empresas para aderirem à aprendizagem, que reúne a formação profissional e inserção com carteira assinada dos jovens no mercado de trabalho. Já realizamos 4 fóruns estaduais, e serão realizados outros, os próximos serão em Minas Gerais e no Distrito Federal”, disse Ana Lúcia Alencastro.

Outro trabalho desenvolvido pelo MTE é promover o estímulo à adesão de pequenas empresas por setor econômico, por meio do Projeto Escola de Fábrica, nas áreas de panificação e postos de gasolina, por exemplo. O MTE vai realizar também um estudo para buscar soluções para promover cursos dentro da aprendizagem para outras ocupações.

O Ministério vem também desenvolvendo a matriz de aprendizagem com arcos ocupacionais via convênio para o setor bancário. A proposta de arcos ocupacionais para aprendizagem no setor bancário prevê aulas de Comunicação e Língua Portuguesa; Drogas e Sexualidade; Saúde do Trabalhador e Meio Ambiente; Matemática; Informática e Esporte e Cultura.

São previstas também matérias como Serviços Bancários e Administrativos; Sistema Financeiro Nacional; Atendimento ao Cliente e Contabilidade Bancária. Entre setembro e novembro haverá capacitação de entidades formadoras para habilitá-las a trabalhar com esta metodologia. Estão previstos cursos nas cidades de Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Belém, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Manaus e Salvador.

Fonte: MTE

Ações do documento
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s