Funarte lança Prêmio Marcantonio Vilaça

A Funarte lança, em parceria com o Departamento de Museus e Centros Culturais do Iphan, o edital do PRÊMIO DE ARTES PLÁSTICAS MARCANTONIO VILAÇA, que concede até R$ 90 mil a instituições museológicas de todo o país, para aquisição de obras de arte que complementem seu acervo. Com investimento total de R$ 1 milhão, é o único prêmio dedicado exclusivamente a aquisição de obras de arte no país. Além de fomentar a difusão e a conservação das obras, a Funarte pretende, com o Prêmio Marcantonio Vilaça, realizar um levantamento das políticas de acervo praticadas por museus e outras instituições do setor no Brasil.

As inscrições estão abertas, até 1º de outubro de 2008, para instituições museológicas privadas – sem fins lucrativos – e públicas – não vinculadas ao Ministério da Cultura. Serão beneficiados pelo menos dez museus, dois em cada região do país. Os proponentes devem comprovar a capacidade de manutenção do acervo adquirido e garantir que as obras serão expostas ao público. Ao estabelecer esse critério, a Funarte pretende estimular a produção, a conservação e a difusão das artes visuais, em escala nacional.

Os interessados devem enviar à Funarte, por correio, a ficha de inscrição, detalhes das obras para aquisição, a demonstração da política de acervo da instituição, o relatório de suas últimas atividades culturais e a comprovação de suas condições de segurança.

Uma comissão formada por cinco membros de notório saber em artes visuais vai julgar as propostas aptas a concorrer, de acordo com sua relevância, a adequação do acervo à coleção atual do museu, as condições de segurança e as atividades culturais mais recentes da instituição. Os contemplados terão três meses para adquirir o acervo e um ano para exibi-lo publicamente.

Esta é a segunda edição do Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça. Na primeira, realizada em 2006, foram distribuídos R$ 220 mil em prêmios, nas categorias ‘fomento e pesquisa’, ‘conjunto da obra’ e ‘monografia’.

MARCANTONIO VILAÇA – Curador, colecionador e galerista, o pernambucano Marcantonio Vilaça é considerado um dos responsáveis pelo desenvolvimento da arte contemporânea no Brasil e por sua inserção no mercado internacional das artes nos anos 1990. Sua coleção, com mais de duas mil obras, se tornou um parâmetro de qualidade no país e percorreu museus de várias capitais brasileiras. Marcantonio faleceu aos 37 anos, em 1º de janeiro de 2000.

Publicado em www.funarte.gov.br

Leia o edital http://www.funarte.gov.br/download/2008/edital_mvilaca2008.pdf

Ficha de Inscrição http://www.funarte.gov.br/download/2008/ficha_mvilaca2008.rtf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s