Instituto Votorantin seleciona projetos culturais

O Instituto Votorantim abre as inscrições para a 3ª seleção pública do Programa de Democratização Cultural Votorantim, que selecionará projetos que obejtivem a fruição, experimentação e vivência de conteúdos culturais pelo público, principalmente pelos jovens entre 15 e 24 anos. A Empresa investirá neste edital R$ 4 milhões em iniciativas de todas as áreas culturais.

Lançado em 2006, o Programa apóia, hoje, cerca de 50 projetos culturais, com atuação nos centros urbanos e rurais de todo o País, beneficiando mais de 200 municípios. “Procuramos direcionar recursos para o apoio a iniciativas que proporcionem, principalmente à população jovem, oportunidades de contato qualificado com atividades culturais. Seja por meio do acesso a produções artísticas ou pela abertura de portas para o exercício prático nesse universo, a intenção é promover a ampliação do contato com a arte. Por isso, apoiamos projetos de educação para as artes, apresentações em praças públicas, circuitos itinerantes, formação cultural, entre outras iniciativas”, explica Lárcio Benedetti, gerente de desenvolvimento sociocultural do Instituto Votorantim.

Para incentivar a elaboração de projetos direcionados à democratização do acesso à cultura, em 2007 o Instituto Votorantim desenvolveu o Manual de Apoio à Elaboração de Projetos de Democratização Cultural. A publicação está disponível no site www.institutovotorantim.org.br/democratizacaocultural.

Programa de Democratização Cultural

Em 2008, a 3ª seleção pública do Programa de Democratização Cultural selecionará projetos cuja soma totalize R$ 4 milhões. O limite do investimento será de R$ 600 mil por projeto. As iniciativas devem se destacar pelo alto impacto cultural e, também, pelo benefício ao público jovem.

Podem participar da seleção artistas, grupos, produtores e instituições de todas as regiões do País, que realizem ações culturais para estimular o interesse e ampliar o acesso dos jovens às manifestações artísticas. Os conteúdos devem ser atrativos e apresentados em locais de fácil acesso, de forma gratuita ou a baixo custo. Todas as áreas culturais podem ser contempladas – artes visuais, artes cênicas, música, cinema e vídeo, literatura, e patrimônio.

Inscrição e seleção de projetos

A inscrição de projetos deve ser feita pelo site www.institutovotorantim.org.br/democratizacaocultural. O processo é gratuito e aberto a pessoas físicas e jurídicas entre os dias 24 de abril e 08 de agosto deste ano. Serão qualificados para a etapa de seleção somente projetos que possuam, antes do término do período de inscrição, número de registro no PRONAC, pelas Leis Rouanet ou do Audiovisual.

Os projetos recebidos serão avaliados por uma comissão técnica independente, formada por especialistas da área cultural, que avaliará a adequação do projeto ao foco da democratização cultural, de acordo com os cerca de 20 critérios apresentados aos proponentes no regulamento da seleção. A decisão final fica a cargo do Comitê e do Conselho do Instituto Votorantim, que examinarão os projetos pré-selecionados pelos especialistas. Os projetos poderão ter qualquer duração, desde que as fases patrocinadas sejam realizadas entre janeiro e dezembro de 2009.

Os projetos apoiados pelo Instituto em 2008 foram escolhidos na 2ª seleção pública, realizada em 2007. Foram contemplados 12 projetos de todas as regiões do País – além da renovação de outros já existentes – com foco na democratização cultural.

Prazos e Informações
Período de inscrição: de 24 de abril a 08 de agosto de 2008, às 18h
Inscrições pelo site: www.institutovotorantim.org.br/democratizacaocultural
Dúvidas: podem ser esclarecidas pelo telefone (11) 2818-5021, de segunda a sexta, das 9h às 12h30 e das 13h30 às 18h, a partir do dia 24/4 até o dia 08/8, às 18h.

 

Manual de apoio a elaboração dos projetos e o regulamento da seleção estão no link “editais”.

 

Anúncios

5 pensamentos sobre “Instituto Votorantin seleciona projetos culturais

  1. Oi, sou diretor de uma EMM e regente da OSMI Orquestra Sinfônica Municipal de Imbé.
    Estamos trabalhando nesse projeto ha proximadamente 8 anos, na inclusão dos jovens e crianças do proprio Município.
    Gostaria de saber como podemos participar dos projetos de vcs .

    Atenciosamente

    Diretor e Regente: José Fernando da Silva

  2. Olá! Sou Professora de um grupo de dança do interior da Bahia,gostaria de saber se a participação neste projeto só será válida com resistro no PRONAC ou outro órgão? Caso seja ,existe outro caminho que eu possa fazer para participar da seleção dos projetos? Ou encaminhe sugestões.
    Ouvi falar do Instituto,pesquisei, e estamos lutando pela 1° etapa que é a inscrição.
    Aguardo resposta.

  3. Preciso de Patrocinio para este projeto 093703 autorizado pelo MinC para capitação de recursos
    Informações complementares
    Síntese do Projeto
    Este projeto visa incentivar a leitura e escrita do aluno do ensino fundamental até a o ensino médio e será elaborado em parceria.com a Prefeitura Municipal, através de sua Secretaria Municipal de Educação e Esporte e da rede pública escolar do município, visando o incentivo à leitura e produção de textos, em que cada aluno elabore suas histórias reais ou fictícias para que esta venha ser publicada em livros anuais de acordo com a faixa etária de cada turma.
    Objetivos
    O objetivo do projeto, é ministrar evento Literário, através de palestras, e reuniões com os professores das escolas Municipais e regionais, para incentivar o interesse pela escrita, onde cada aluno escreverá uma história real ou fictícia, formando assim jovens escritores.

    Justificativa

    1- O PROJETO, O PRAZER DE ESCREVER, tem por finalidade desenvolver e criar o gosto pela literatura em crianças, jovens e adolescentes e adulto pertencentes a rede de ensino do Município, para tanto, os alunos serão convidados a elaborar textos onde possam desenvolver sua criatividade e perceber a importância da literatura, cada turma de alunos terá seus trabalhos anualmente reunidos, e posteriormente publicados em um livro a ser distribuído aos próprios alunos, em suas escolas, esse livro pode servir de incentivo para o surgimento de jovens escritores em nosso Município.
    No caso do supletivo, existe a pretensão que as publicações sejam semestralmente, principalmente aqueles que estejam no ano de conclusão, para que estes deixem sua história publicada, para que o mesmo venham se orgulhar do feito descrito.
    O evento literário será ministrado pela Proponente, pelos, Professores, Diretores das escolas que participará do projeto, pela Secretária da Educação Municipal, com admissão da Prefeitura local.
    Acessibilidade
    1-O método a ser aplicado, será em forma de palestra, incentivando o aluno a escrever suas histórias reais ou fictícias para que esta venha ser publicada em livros anuais de acordo com a faixa etária de cada turma.
    Democratização de acesso
    Uma das mais importantes prerrogativas dada ao ser humano é o poder de comunicar-se por meio da escrita. Já imaginou se não tivéssemos este meio para registrar nossas idéias, os resultados dos nossos estudos, nossos pensamentos? São estes registros que permitem ao homem ter acesso à sabedoria de seus ancestrais e avançar no desenvolvimento tecnológico, com uma velocidade cada vez maior.
    Assim todos os estudantes que participarem do projeto terão um exemplar do livro a ser escrito por ele.
    Etapa de trabalho
    Ficha Técnica
    Neuza Rosa de Siqueira Gonçalves
    Data de Nascimento: 13/11/1960
    Nacionalidade: Brasileira
    Estado Civil: Casada
    Naturalidade: Porecatu – PR
    RG: 12.339.700-5
    CPF: 27077124851
    End: Rua Pernambuco nº.172
    Bairro: centro
    Cidade: Presidente Epitácio/SP
    Escolaridade:
    Bacharel em Direito
    Atividades Culturais Realizadas.
    1-Autora do Livro Lágrimas de um médico, Com lançamento dia 24 de abril na Biblioteca Municipal de Presidente Epitácio.
    2-Inscrita no Mapa Cultural SP com Poesia, A Morte do Lago, classificada na categoria, Municipal, aguardando o resultado da Regional dia 15/08/2009
    3-Autora do projeto: O Prazer de escrever; projeto apresentado e aprovado pela Secretaria da Educação Local.
    4-Autora do Projeto: Um reino sem Rei; projeto em Andamento em parceria com a Biblioteca Municipal local.
    5-Autora de outros livros não publicados, Como O Enigma da Mansão, Uma Paixão Online e Uma rosa Especial, O Anjo.
    Sinopse da obra
    1- Projeto, O prazer de Escrever, tem por finalidade desenvolver e criar o gosto pela literatura em crianças, jovens e adolescentes e adulto pertencentes a rede de ensino do Município, para tanto, os alunos serão convidados a elaborar textos onde possam desenvolver sua criatividade e perceber a importância da literatura, cada turma de alunos terá seus trabalhos anualmente reunidos, e posteriormente publicados em um livro a ser distribuído aos próprios alunos, em suas escolas, esse livro pode servir de incentivo para o surgimento de jovens escritores em nosso Município.
    No caso do supletivo, existe a pretensão que as publicações sejam semestralmente, principalmente aqueles que estejam no ano de conclusão, para que estes deixem sua história publicada, para que o mesmo venham se orgulhar do feito descrito.
    1- ÁREA/ LINGUAGEM
    Educacional, utilizando-se da linguagem Escrita.
    2- NOME DO PROJETO
    O Prazer de Escrever,
    3- INTRODUÇÃO
    Este projeto visa incentivar a leitura e escrita do aluno do ensino fundamental até a o ensino médio e será elaborado em parceria.com a Prefeitura Municipal, através de sua Secretaria Municipal de Educação e Esporte e da rede pública escolar do município, visando o incentivo à leitura e produção de textos.
    4- OBJETIVO
    O objetivo do projeto é incentivar o interesse pela escrita formando assim jovens escritores.
    5- JUSTIFICATIVA
    O projeto tem por finalidade, o aumento do interesse do estudante, em ler e escrever visando um futuro com maior índice de alfabetização.
    6- DESNVOLVIMENTO E CRONOGRAMA
    O método a ser aplicado, será em forma de palestra, incentivando o aluno a escrever suas histórias reais ou fictícias para que esta venha ser publicada em livros anuais de acordo com a faixa etária de cada turma.
    7- CARGA HORARIA
    A carga horária será de acordo com a necessidade e disponibilidade do colégio em oferecer espaço específico ao palestrante.
    8- PÚBLICO ALVO
    O projeto tem como público alvo todo estudante do ensino fundamental e ensino médio da escola pública.
    9- RECURSOS MATERIAS
    Os recursos a serem utilizados nesse projeto, além do espaço disponibilizado nas próprias escolas, será o material em si, produzido pelos alunos, e após a compilação do mesmo sua publicação.
    Impacto Ambiental
    Não ha.
    Outras Informações
    Deixar sempre uma cópia dos livros nas bibliotecas, das escolas, na qual os escritores estudavam.
    Propostas de edição de livro, que serão escritos pelos estudantes.

  4. CEDAC – Centro de Ação Cooperar é uma ONG que está sobre tudo trabalhando em prol da juventude com a parte cultural, bemcomo o Serviço de Apoio a Mulher = SAM.
    O CEDAC, está cituado em uma cidade do interior do Estado do Rio Grande do Norte de nome Monte Alegre. Cidade esta composta por 21 mil habitantes. Estamos dispostos a participar dos projetos apaoiados por esta empres! Mande´nos respostas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s